MENU

NEWS

XIº DOMINGO DO TEMPO COMUM - 16 de Junho 2024 - ANO B

"A menor de todas as sementas torna-se a maior de todas as plantas da horta"

«A menor de todas as sementes torna-se a maior de todas as plantas da horta»

 

+  Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos (Mc 4,26-34)


Naquele tempo,
disse Jesus à multidão:
«O reino de Deus é como um homem
que lançou a semente à terra.
Dorme e levanta-se, noite e dia,
enquanto a semente germina e cresce, sem ele saber como.
A terra produz por si, primeiro a planta, depois a espiga,
por fim o trigo maduro na espiga.
E quando o trigo o permite, logo mete a foice,
porque já chegou o tempo da colheita».
Jesus dizia ainda:
«A que havemos de comparar o reino de Deus?
Em que parábola o havemos de apresentar?
É como um grão de mostarda, que, ao ser semeado na terra,
é a menor de todas as sementes que há sobre a terra;
mas, depois de semeado, começa a crescer,
e torna-se a maior de todas as plantas da horta,
estendendo de tal forma os seus ramos
que as aves do céu podem abrigar-se à sua sombra».
Jesus pregava-lhes a palavra de Deus
com muitas parábolas como estas,
conforme eram capazes de entender.
E não lhes falava senão em parábolas;
mas, em particular, tudo explicava aos seus discípulos.

 Palavra da Salvação

 

Reflexão

"O reino de Deus é como um homem que lançou a semente à terra. Dorme e levanta-se, noite e dia, enquanto a semente germina e cresce, sem ele saber como. A terra produz por si, primeiro a planta, depois a espiga, por fim o trigo maduro na espiga”.


O Evangelho de hoje pede-nos um único gesto: “lançar a semente”. O resto não compete a nós, não depende de nós. E podemos fazê-lo de mil maneiras: com a escuta, com o exemplo de vida, com a misericórdia, com o ir ao encontro de quem precisa, com a oração, com um sacrifício feito por amor... enfim, com tudo o que pudermos, o importante é que o amor seja o motor de tudo.

Queremos sempre controlar tudo e sentimo-nos mal por não podermos, talvez porque estamos convencidos de que, no fim, tudo depende sempre de nós. Mas não depende. Tudo não depende de nós. Há uma parte da vida que acontece, que “vai”, para além das nossas capacidades e das nossas forças. Só podemos ser como aquele agricultor que lança a semente com confiança. Não se deve ter medo de escolher algo na vida. Não se deve ter medo de confiar. Não se deve ter medo de arriscar numa escolha. Há algo mais feio do que cometer um erro: “nem sequer tentar”!

Nenhum grão sairá de um campo onde nada foi semeado. O joio pode sair do que foi semeado, juntamente com o trigo. Mas é melhor correr o risco de não ter a perfeição, do que não ter nada, por medo da imperfeição.

"A que havemos de comparar o reino de Deus? Em que parábola o havemos de apresentar? É como um grão de mostarda, que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes que há sobre a terra; mas, depois de semeado, começa a crescer, e torna-se maior de todas as plantas da horta”.

A segunda caraterística que Jesus sublinha, no Evangelho deste domingo, está no “potencial escondido”, nas pequenas coisas feitas e vividas com fé. Penso que precisamos de recuperar esta atitude das “pequenas coisas”, porque é isso que faz a diferença.

Os Santos, e em especial os Pastorinhos de Fátima, ensinam-nos isso mesmo: com as suas vidas, feita de fé nas coisas comuns de todos os dias, alteraram o equilíbrio de uma guerra, converteram pessoas que ninguém imaginaria, aprenderam que o amor às pequenas coisas os torna grandes diante de Deus. Um grande benefício surgiu para as suas almas - cada vez mais cheias do amor de Deus - e para toda a humanidade, que se viu desarmada perante estes “pequeninos” que se tornaram “gigantes” da santidade.

Aprendamos a ser sempre humildes e a compreender que não somos chamados a fazer “grandes coisas” - pelo menos como o mundo as entende - mas a ser luz para aqueles que ainda têm os óculos obscurecidos pelo pecado e não conseguem ver o amor de Deus nas suas vidas.

 

Em destaque

CALENDÁRIO EVENTOS

Próximos eventos

CAMPISMO RAPAZES (14-17 anos)
Campo de Férias ICMS

1º Festival Jovens de Portugal
No Auditório Paulo VI

FAÇA SUA DOAÇÃO AGORA

Com uma pequena doação poderá ajudar-nos a construir a nova Igreja da FCIM dedicada a Nossa Senhora e a São José em Fátima

Dona alla fondazione

A revista “Maria di Fatima”
A revista oficial da Família do Coração Imaculado de Maria

JÁ SUA ASSINATURA |

NEWSLETTER

A newsletter é um instrumento para permanecer sempre em contato conosco e para ficar sempre atualizados sobre as principais atividades da Família do Coração Imaculado de Maria. Fazendo sua inscrição você receberá gratuitamente notícias, links e artigos.

5x1000 Fondazione Antognozzi
LA FONDAZIONE ANTOGNOZZI
sostiene il progetto della nuova
Opera FCIM a Fatima
Costruiamola insieme!!!
www.fondazioneantognozzi.it
Grazie!
Nuova Opera FCIM a Fatima

DOSES DE ESPIRITUALIDADE

A un solo cenno della volontà del Verbo di Dio, tutte le cose furono così bene organizzate, che ciascuna opera ciò che le è proprio per natura e tutte insieme si muovono in un ordine perfetto. (sant'Atanasio)