MENU

NEWS

EUTANÁSIA

" Não há uma lei boa para um ato mau "

Comunicado da Conferência Episcopal Portuguesa

1. A Conferência Episcopal Portuguesa reafirma a sua oposição à legalização da eutanásia e do suicídio assistido e distancia-se de iniciativas legislativas que insistem na sua aprovação, nomeadamente os projetos de lei votados hoje na Assembleia da República.

2. Quando o mandamento de Deus diz “não matarás”, todos nós ficamos protegidos. Quando a lei dos homens permite ao Estado às vezes e em certos casos – tirar a vida, todos nós ficamos expostos. A dignidade humana, que deve ser garantida sempre e também no fim da vida, não passa pelo direito a pedir a morte mas pela garantia de todos os cuidados para evitar o sofrimento, como indicam os códigos deontológicos dos profissionais de saúde, reafirmados no contexto das reincidentes iniciativas legislativas de alguns grupos parlamentares pelas respetivas ordens profissionais.

3. Os projetos de lei aprovados representam um alargamento da legalização da eutanásia e do suicídio assistido para além das situações de morte iminente abrangendo também situações de doença incurável e deficiência, o que aproximará a nossa legislação dos sistemas mais permissivos já existentes, que felizmente são muito poucos.

4. Reafirmamos que a morte provocada não pode ser a resposta dada pelo Estado e pelos serviços de saúde a quaisquer dessas situações. A “mensagem cultural” que a legalização da eutanásia e do suicídio assistido veicula é a de que a morte provocada é uma resposta possível para enfrentar tais situações. Tal resposta deverá ser sempre a do esforço solidário para combater e aliviar a doença e o sofrimento, designadamente através dos cuidados paliativos, ainda não acessíveis à maioria dos portugueses deles necessitada. Com a eutanásia e o suicídio assistido não se combate o sofrimento, suprime-se a vida da pessoa que sofre. Neste contexto, é evidente o perigo de que haja doentes, especialmente os mais vulneráveis, que se sintam socialmente pressionados a requerer a eutanásia, porque se sentem “a mais” ou “um peso” em termos familiares e sociais. Propaga-se, assim, a cultura do “descartável” continuamente denunciada pelo Papa Francisco.

5. Acreditamos no esclarecimento necessário sobre a eutanásia e o suicídio assistido, valorizamos quem distancia tais práticas de atos médicos e reafirmamos o valor da vida de todas as pessoas e em qualquer circunstância, na expetativa de que processos legislativos não resultem de tendências políticas dominantes mas decorram da escolha dos cidadãos.

 

Lisboa, 9 de junho de 2022

 

  Em declarações à Agência ECCLESIA, a presidente da Federação Portuguesa pela Vida disse que “não há uma lei boa para um ato mau”, antes da votação no Parlamento.

É uma lei que é má. Não há uma lei boa para um ato mau: o Parlamento anda a discutir o sofrimento para eliminar a pessoa, mas não discute o sofrimento para ajudar a pessoa. Estamos aqui numa contradição inqualificável neste tempo”, afirmou Isilda Pegado, no Programa ECCLESIA (RTP2).

 

 Extraídos pelos sites

 

https://agencia.ecclesia.pt/portal/legalizacao-da-eutanasia-e-do-suicidio-assistido/

 

https://agencia.ecclesia.pt/portal/portugal-projetos-de-lei-aprovados-no-parlamento-representam-um-alargamento-da-legalizacao-a-eutanasia/

 

 

 

Em destaque

As Flores de Nossa Senhora
Viva a nossa Mãezinha querida

XIX DOMINGO DO TEMPO ORDINARIO - 7 de agosto 2022 - ANO C
A Palavra de Deus comentada cada semana pelos Servos e Servas do CIM

O Campismo das MENINAS
Um verão cheio

CALENDÁRIO EVENTOS

Próximos eventos

CAMPO VOCACIONAL EM ITÁLIA
Castagno Val d'Elsa 3-17 Agosto

FÉRIAS DA FCIM NO GERÊS
Uma semana imperdível

EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS PARA COLABORADORES FCIM
Para aprofundar e renovar o próprio caminho de fidelidade a Deus na Família do CIM

FAÇA SUA DOAÇÃO AGORA

Com uma pequena doação você poderá reacender a esperança de homens, mulheres e crianças no Brasil e também na Itália.

Dona alla fondazione

A revista “Maria di Fatima”
A revista oficial da Família do Coração Imaculado de Maria

JÁ SUA ASSINATURA |

NEWSLETTER

A newsletter é um instrumento para permanecer sempre em contato conosco e para ficar sempre atualizados sobre as principais atividades da Família do Coração Imaculado de Maria. Fazendo sua inscrição você receberá gratuitamente notícias, links e artigos.

5x1000 Fondazione Antognozzi
destina il tuo
5 x mille
con una firma
FONDAZIONE ANTOGNOZZI
976 041 401 58
ci aiuterai a sostenere le attività della
Famiglia del Cuore Immacolato di Maria
Grazie!
cinque per mille

DOSES DE ESPIRITUALIDADE